domingo, 20 de fevereiro de 2011

Culto a múmia de Lenine prejudica ficção da “morte do comunismo”

O cadáver embalsamado do ditador Vladimir Lenine exposto na Praça Vermelha poderá acabar num cemitério comum, escreveu “The Moscow Times”.

A supervivência do culto comunista soviético à múmia do sanguinário ditador atrapalha a ficção de que o comunismo morreu.



A jogada da morte do comunismo é falha se o fundador é tratado como ídolo na praça central da mais simbólica cidade do país.

Então Vladimir Medinsky, deputado pelo partido Rússia Unida do todo-poderoso primeiro ministro e (ex-)agente da KGB Vladimir Putin, propõe que Vladimir Lenine vá para um túmulo comum.

Putin não querer tirar seu xará do mausoléu, mas vantagens revolucionárias fazem que ele promova um outro xará deputado seu para impulsionar o traslado.

O pragmático revolucionário Lenine aconselharia a mesma saída. Três Vladimires e um mesmo culto à Revolução igualitária universal!

Desejaria receber atualizações gratis e instantâneas do blog 'Flagelo russo' no meu E-mail

Nenhum comentário:

Postar um comentário