domingo, 24 de março de 2013

Pacto Hitler-Stalin ainda parece ter efeitos no Ocidente

Museu do Terror comunista, Budapest
A Dra. Maria Schmidt, diretora do Museu Casa do Terror em Budapest, declarou que os europeus ocidentais ainda não mostram muita compreensão pelas vítimas do comunismo.
Falando para a Hír TV, ela disse que para os europeus ocidentais “há duas classes de passados: a ocupação nazista do Ocidente – que foi para eles um grande trauma, embora não tenham sofrido a ocupação do Exército Vermelho – e o tipo soviético de ditadura. A situação que caracteriza certos círculos na Europa Ocidental está ficando insustentável. Acredito que sob muitos aspectos a situação melhorou, podendo-se hoje comemorar em comum um Dia dos Crimes do Comunismo; e cada ano está sendo realizado, onde é possível, o Dia de lembrança do Pacto Hitler-Stalin (Pacto Ribbentrop-Molotov) em 23 de agosto” (de 1939).
Assinatura do pacto Ribbentrop-Molotov, Bundesarchiv
O pacto de aliança do nazismo com o comunismo é outra grande realidade histórica que os defensores dos “Direitos Humanos” fazem tudo para silenciar. O referido pacto patenteou que o comunismo russo e o nazismo hitlerista faziam causa comum no socialismo, e que como aliados eles desencadearam a II Guerra Mundial. Socialistas, social-democratas e análogos, que se gabam de ser antinazistas e antifascistas, nunca renegaram esse Pacto. Também nunca condenam sua essência e suas consequências: mais uma das gritantes hipocrisias que dominam a vida política ocidental. Desejaria receber atualizações gratis e instantâneas do blog 'Flagelo russo' no meu E-mail

7 comentários:

  1. Os europeus sempre foram muito eurocêntricos. Uma prova disso é que o Renascimento foi um movimento islâmico, mas os europeus deram uma nova roupagem para parecer algo deles mesmos.
    Na história tem-se a impressão de que eles nunca consideraram a Rússia como Europa, inclusive os russos. Diziam que Moscou era longe demais.

    ResponderExcluir
  2. GUSTAVO CORÇÃO, ESCRITOR BRASILEIRO, FALAVA DO FIM DEPLORÁVEL E DEPRIMENTE DA 2ª GUERRA MUNDIAL: HITLER FOI DERROTADO, MAS UM GENOCIDA PIOR DO QUE ELE, STALIN, CONTINUOU FIRME E FORTE NO MASSACRE E NA ESCRAVIZAÇÃO DE MILHÕES DE SERES HUMANOS.OS INFELIZES POVOS DO LESTE EUROPEU (HUNGRIA, ROMÊNIA, ETC.) SAÍRAM DAS GARRAS DE HITLER E CAÍRAM NAS DE STALIN.QUANTAS PESSOAS SABEM,REFLETEM E PROTESTAM QUANTO A ISSO? POUQUÍSSIMAS, PARA ALEGRIA DO COMUNISMO INTERNACIONAL, QUE PROSSEGUE EM SUA CAMPANHA DE ESCRAVIZAÇÃO DE TODA A HUMANIDADE.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gustavo Corção, como sempre, enxergou muito mais longe do que milhares de "especialistas".

      Excluir
  3. A Santa Inquisição matou muito mais e de forma muito mais cruel, sem ideologia alghuma. Só pelo patrimônio das suas vítimas, que hoje servem à essa imundície moribunda.

    ResponderExcluir
  4. Ridículo! O Pacto de não agressão foi criado porque Stálin sabia que a Alemanha estava forte sob Adolf Hitler, e que Hitler queria expandir o novo império alemão, e que a URSS havia sido devastada pela primeira guerra mundial, e pela guerra civil russa, financiada por burgueses franceses e ingleses, que destruíram quase todo o país, e caso Stálin se envolvesse em uma nova guerra, e logo com a Alemanha nazista, a União Soviética iria perder e ser conquistada, então Josef logo tratou de ter uma atitude de neutralidade com Hitler. Outra, a URSS não foi responsável pela segunda guerra mundial, e sim foram os nazistas, e os soviéticos não lutaram junto com os nazistas, e sim contra eles, pois Hitler invadiu a Rússia, e depois Stálin invadiu e destruiu a Alemanha nazista, finalizando com a segunda guerra mundial. Detalhe, Hitler se dizia socialista, mas ele não era, pois o capitalismo reinava na Alemanha, é tipo eu dizer que sou o rei da França, mas dizer não é ser.

    ResponderExcluir
  5. Kkkkh é de morrer de rir... "a Inquisição ma tou muito mais..." aonde você conseguiu tais informações? Será que foi nos "excelentes e confiaveis" livros de ensino médio do mec? Ora, meu caro, nem a Enciclopédia Iluminista afirma isso. Grandes historiadores como Henry C. Lea, Henry Kamen, Jacques le Goff, Agostino Borromeo, comprovam que a inquisição salvou muita gente da morte, é até complicado explicar isso, porque você nem sabe o que de fato foi a Inquisição. Você muito menos faz a mínima idéia do que seria a civilização ocidental se não fosse a Inquisição. Uma dica, estude, mas não vá ler livro de Ensino Médio do Mec, que não possue nenhuma credibilidade.

    ResponderExcluir
  6. 2 observações:
    O nazismo e comunismo são irmãos gêmeos e no caso da invasão da Russia por Hitler foi uma das ações dos comunistas uns contra os outros: traição; uma cachorrada se estraçalhando uns aos outros.
    De uma pode se ter certeza: à medida que o mundo está trocando Jesus Cristo pelo messianismo do comunistas, como do PT e noutros países mais o mundo afunda-se nas ideologias comunistas.
    O anônimo acima que postou sobre a S Inquisição deve ser aluno ou professor ns escolas ou universidades do PT - quem sabe aluno do prof. Lula - ou formando-se nos campos de instrução do MST ou quem sabe, melhor ainda,em Havana!

    ResponderExcluir